Informações de Data e Hora
Patrocinador do Remador
Anúncio AdSense com Atualização Automática

Manaus (AM) – Ainda sem pronunciamento oficial da Prefeitura de Manaus sobre os novos valores do IPTU dos manauaras, o vereador Rodrigo Guedes (Republicanos) pediu mais uma vez a suspensão do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) que, na prática, sofreu aumento no valor da cobrança após uma atualização do cadastro imobiliário de expansão de área.

O novo valor do IPTU ocorreu após a Secretaria Municipal de Finanças (Semef) realizar uma atualização de dados imobiliários de 345 mil imóveis, ou seja, atualização conforme reformas e ampliação da área construída através da leitura de satélites e drones.

Conteúdo Patrocinado
News Ticker
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    No entanto, a alteração no valor foi feita sem aviso prévio sobre atualização dos dados dos imóveis e milhares de manauaras foram surpreendidos com a ação e sequer tiveram oportunidade para apresentar impugnação ou defesa antes de pagar.

    Inúmeros cidadãos também denunciaram ao vereador Rodrigo Guedes, cobrança feita de forma indevida nos carnês. Em alguns casos, a cobrança não condiz com a moradia ou expansão de área dos moradores, em outros, foi cobrado área de expansão em planta padrão, com condomínios.

    Como forma de preservar o direito dos manauaras, Guedes cobrou que a Prefeitura de Manaus suspenda a cobrança do IPTU 2023.

    “Uma cobrança abusiva feita da noite para o dia é imoral! Muitas pessoas não tem condição de pagar os valores absurdos que foram cobrados nos carnês! As pessoas vão deixar de fazer suas compras básicas, as vezes, até deixar de comer para pagar o IPTU? Isso é inaceitável. Por isso, cobro mais uma vez que a Prefeitura suspenda essa cobrança e para de tirar dinheiro do bolso do contribuinte!”, disse.

    Patrocinador
    Anúncio AdSense com Atualização Automática
    Share.
    Patrocinador do Remador
    Patrocinador do Remador
    Patrocinador do Remador

    Portal Remador

    Faça sua denúncia agora!

    Pular para o conteúdo