live_tvINSCREVA-SE NO REMADOR TV
Google News Siga o Remador no Google News
Google News Siga o Remador no Google News!

Manaus (AM) – A Polícia Civil convocou uma coletiva de imprensa na manhã deste sábado (14) para anunciar que o assassinato do cantor Igor Moreira, em Manaus, foi cometido por engano. O artista levou cerca de 20 tiros na porta de casa no dia 4 de janeiro, mas o verdadeiro alvo era um traficante da área onde ele morava.

Continua depois a Publicidade

O delegado Ricardo Cunha esclareceu os detalhes que aumentaram a revolta da família. Desde a noite do dia 4 de janeiro, quando levantou-se a suspeita de agiotagem, os familiares negaram a hipótese.

Alan Lorenzo Ferreira, 29, vulgo “BH” e Gabriel Mendes Ferreira, 29, vulgo “Dedinho”, foram presos nesta sexta e sábado, respectivamente. “O Alan era o motorista desse delito. Ele é a pessoa que transportou as pessoas que foram cometer o crime. ‘Dedinho’ e Patrick, vulgo ‘PK’, foram os que executaram a vítima. Ambos estavam com armas de fogo e efetuaram vários disparos contra o cantor”, disse o delegado.

O mandante do crime é um criminoso chamado Jânio Pacheco de Sales, vulgo “Pica-pau”. “Os dois informaram que foram contratados para fazer essa missão. Eles não sabiam exatamente quem era o alvo.

Posteriormente, eles foram avisados que mataram a pessoa errada. Eles tinham que matar um desafeto de facção rival que estaria transitando alí na região”, explicou o titular da DEHS.

Igor morreu na porta da residência onde morava, na rua Botelho de Magalhães, Colônia Santo Antônio, Zona Norte de Manaus.

Instagram Box
×

Siga-nos no Instagram e fique por dentro das últimas notícias!

message Siga Agora!
Share.
Google News Siga o Remador no Google News!